TEATRO NA ESCOLA

 

O CAÇADOR DE MOSQUITOS

-Um alerta contra a Dengue -

De Donizete Romon

Cuidado! Vamos conscientizar nossas crianças!

 

É de grande importância pedagógica a contribuição do teatro à educação constatada durante os milênios de nossa história. No entanto, por falta de recursos e até mesmo de interesse, este meio de transmissão cultural/educacional tem sido relegado a segundo plano. Nossas crianças, portanto, estão à mercê da boa vontade dos homens detentores dos poderes públicos ou privados para levar-lhes um pouco de entretenimento, informação e educação.

Desde que foi fundado, em 1983, o grupo Peteca tem se dedicado a uma linha pedagógica de atuação visando a diversão e o bem estar dos indivíduos, através do projeto "APRENDENDO COM O TEATRO".

Nestas condições o grupo montou a peça "O CAÇADOR DE MOSQUITOS"  que visa vir em auxilio para a erradicação do Dengue em toda região

Num projeto inédito de redução de custos, o grupo Peteca tem apresentado a proposta deste trabalho a várias prefeituras do  Estado de S. Paulo. Da mesma forma as escolas poderão contratar a apresentação do espetáculo que é montado com muito bom humor e de forma lúdica/educativa. O telefone para contato é (19) 3255 0845 - 9700 8971.

 

 

PROJETO : APRENDENDO COM O TEATRO

O ator e produtor cultural, Donizete Romon, que também é diretor do Peteca, explica que "O PETECA- PEQUENO TEATRO DE CAMPINAS, existe há mais de 20 anos,   tendo as artes cênicas como "pano de fundo" para auxiliar na educação das crianças.

Romon informa que "este projeto que ora apresentamos surgiu como resposta a um desafio e em defesa de nossas crianças contra a propagação da Dengue. Frente a este chamamento nos sentimos na obrigação de dar um pouco de nosso trabalho em defesa do bem estar do ser humano e, em especial da criança".

Montamos, com muito carinho, o espetáculo infantil "O CAÇADOR DE MOSQUITOS" e temos a intenção de levar este espetáculo ao maior numero de crianças possível, uma vez que acreditamos que é na criança que reside a esperança de um mundo mais humano e mais LIMPO...SEM DOENÇAS!".

 

PORQUE APRENDENDO COM O TEATRO?

Não é novidade, especialmente aos educadores, que a criança aprende mais rapidamente quando ela pode vivênciar o objeto do aprendizado. Discursos e palestras nem sempre atingem a qualidade necessária para uma boa retenção do que se ensina.

O teatro possui o poder de reunir todas as artes em si mesmo. Está presente as artes plásticas, as artes cênicas, danças, musicas, etc. O teatro de fantoches envolve o espectador pelos seus cinco sentidos físicos e, especialmente o emocional. Todas as funções da mente se voltam para o palco, para os bonecos. Toda a atenção é então concentrada na diversão e no aprendizado!

Sinopse

Um mosquito-fêmea chamado Aedes, ronda a pracinha onde crianças brincam. Tal qual as bruxas dos contos de fadas, ela está à caça de novas vítimas para suas trapaças. Sua intenção é conseguir algumas gotas de sangue para procriar sua espécie.

(19) 3255 0845 Por outro lado, Dengão, uma das crianças, é um garoto inteligente e estudioso que adora se divertir com os amigos. No entanto, está sempre atento para as coisas que aprendeu na escola, por isso toma muito cuidado com a higiene pessoal e está sempre virando pneus e latinhas de boca prá baixo para evitar acúmulos de água, pois sabe que é ali que se formam os criadouros dos mosquitos transmissores da dengue.

Um certo dia ele estava caçando mosquitos e encontrou-se com seu amigo Tico que achou muito engraçada aquela atitude. Foi quando Dengão explicou que naquela região havia sido detectado um foco do mosquito da dengue e que, alguma coisa tinha que ser feita. A principio seu amigo não entendeu como que um mosquitinho poderia causar tantos problemas, apesar de suas explicações.

Num belo dia eles convidaram a Juju para jogar peteca na pracinha e foi aí que o mosquito da dengue atacou. A pobre Juju ficou doente e se não fosse a pronta intervenção de seus pais, ela poderia ter morrido.

O espetáculo busca conscientizar as crianças quanto ao perigo que representa a dengue e os cuidados que se deve ter para evitar a proliferação do mosquito. Montado com muito humor, a peça coloca o mosquito Aedes como uma espécie de lobo-mau ( no caso – bruxa má) que quer atacar os três porquinhos e, como no clássico, ele sempre leva a pior. O personagem é do tipo "malandrão" e só quer prejudicar os outros, no entanto, em nossa estória sempre se dá mal...mas nunca perde a pose e promete sempre voltar...se as pessoas se descuidarem. (19) 3255 0845

 

 

ESTRATÉGIA DAS APRESENTAÇÕES

Após contato com os responsáveis pelas unidades de ensino será marcada uma data para apresentação do espetáculo. Em seguida e na data marcada, o grupo PETECA visitará as escolas, (utilizando-se de transporte próprio) levando toda estrutura necessária para a apresentação que incluirá aparelhagem de som, teatro de fantoches, cenários, figurinos e bonecos.

Após apresentação do espetáculo, (como descrito anteriormente) será desenvolvido um "bate papo" com os alunos sobre o entendimento dos diferentes quadros apresentados, ficando a critério dos responsáveis pela unidade de ensino a seqüência do aprendizado como, por exemplo, a aplicação de questionários.

JUSTIFICATIVA

 

Centenas e até, pode-se dizer, milhares de crianças não tem acesso ao teatro.

Quer na forma de diversão e lazer quer com formato educacional. "O CAÇADOR DE MOSQUITOS" reúne estes dois importantes quesitos (Educação e Lazer). Buscamos junto aos órgão públicos viabilizar à criança da rede municipal o contato com o teatro na sala de aula.

DO PÚBLICO

 

Nossa proposta é apresentar em todas as unidades de ensino, que atendam à crianças) de 02 à 12 anos de idade (EMEIs / CEMEIs)

CUSTO

Com o intuito de facilitar a viabilização do projeto praticaremos o valor mínimo para as apresentações, sem mais nenhum custo adicional.

 

CONTATO: Fone: (19) 3255.0845 - 97008971

E-MAIL

O perigo ronda cada esquina, cada beco da cidade. E o pior...pode estar dentro de nossa própria casa. O minusculo Aeds Aegipty não perdoa. Entra em nossas casas, escolas, escritórios e até nas ruas pode nos atacar. Nosso desafio...como falar sobe isso com as crianças, sem chocá-las. Como conscientizá-las para que possam ajudar na luta contra a dengue?

Essa é mais uma história que o Peteca conta para divertir e instruir as crianças. Entre em contato!